Menos de 100 anos atrás, acredite ou não, os mamilos masculinos eram considerados tanto tabu como os mamilos femininos. Na década de 1930, quatro homens ficaram sem camisa em Coney Island e foram presos.

Então, em 1935, uma multidão de homens fizeram topless protestando em Atlantic City; 42 deles foram presos, mas seus esforços foram recompensados e em 1936, o peito nu masculino passou a ser aceito como norma social. Hoje, os homens andam livremente em topless e você vê pelo menos dez peitos masculinos nus por revista de moda. Peitos de mulheres? Nem tanto nos anos 1930 e muito menos agora.

#freethenipple

De emojis, corações, estrelas, risquinhos até um simples borrão, todos estes foram usados para cobrir meus mamilos em algum momento. Mas mesmo isso foi inútil… Então há certa de 3 anos atrás, minha conta do Instagram foi derrubada. Considerando que há muito mais material ofensivo, depreciativo e assustador no Instagram, é meio chocante que algo tão benigno tenha sido sinalizado como impróprio.

O Instagram afirma que os usuários “não devem postar conteúdos violentos, nus, parcialmente nu … fotos pornográficas ou sexualmente sugestivas ou outro conteúdo”. O CEO da empresa justifica os regulamentos em termos de tornar a rede social “o lugar mais seguro possível para adolescentes e adultos”. Apesar do site regularmente permitir que as mulheres sejam objetivadas com legendas provocantes acompanhando a carne nua, a linha parece estar desenhada no mamilo – desde que elas estejam cobertos (com adesivos, mãos, coraçõezinhos – você escolhe), então a foto é considerado aceitável. Não tenho certeza se tento espalhar isso por causa da minha liberdade ou apenas pela natureza inaceitável e ofensiva dos meus mamilos. Mas tanto faz!

Newsflash Girlssssss: é legal ficar de topless no estado de Nova Iorque! Veja algumas informações e um pouco da história: a lei penal 245.01, que envolve indecência e exposição pública, foi alterada pela Suprema Corte de Nova York em 1992, determinando a legalidade da mulher ficar em topless em público, sob as bases da igualdade de gênero. Esta lei foi alterada seis anos depois que sete mulheres foram presas em Rochester, NY por estarem sem top em uma área pública e o caso de 1992, People vs Ramona Santorelli e Mary Lou Schloss, colocou a revolução em topless em ação total. E, no entanto, mais de uma década depois, em 2005, Jill Coccaro, também conhecida como Phoenix Feeley, foi presa na Delancey Street por deixar sua camisa em casa. Depois de ser detida por doze horas, ela mais tarde processou a cidade e recebeu US$29 mil por sua prisão injustificada.

“Quero agradecer a todas as mulheres mencionadas acima por sua coragem e força de vontade para lutar contra o sistema.”

E devo dizer que sempre me surpreende que quase nenhuma mulher esteja usando do seu direito de libertar o peito. Eu entendo que você não quer ser receber cantadas ou ser encarada nada rua, mas pense nisso… Quanto mais peitos na rua, mais rapidamente os homens (e mulheres) se acostumarão com isso, menos peitos serão sexualizados e chamarão a atenção…. E mais livre podemos ser. Então, todas as colegas, todos nós devemos começar a exercer este direito, MUITO mais vezes!

Com amor,

Marisa Papen

Confira mais conteúdos da Marisa em https://www.marisapapen.com/

 

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *